em Dicas

Oreo, o simpático cãozinho da foto, representa muito bem a campanha mundial que visa combater os maus-tratos a animais. Quando tinha por volta de dois anos de idade e vivia nas ruas, ele teve o corpo intencionalmente queimado em Limeira, no Interior de SP. Socorrido pela ONG ALPA daquela cidade, foi internado e ficou dois meses em tratamento.

Quando finalmente Oreo foi liberado para adoção enfrentou outro problema: o preconceito. Sem pelo no dorso e com cicatrizes da maldade cometida contra ele, Oreo sempre sobrava nas feiras de adoção.

“Um dia fui numa feirinha decidida a adotar um cãozinho e notei que só ele tinha restado no cercado da ONG. Não me conformei com o fato dele nunca ser adotado só porque não tinha pelo em parte do corpo. Então me apaixonei e levei-o para casa”, conta Marcela Worcemann, nutricionista especializada em dieta vegana.

Passados cinco anos e totalmente recuperado, Oreo vive seus dias recebendo muito amor. Também fez amizade com outros cães da família de Marcela.

A nutricionista diz que, embora no passado já tenha comprado cães de estimação, hoje entende a importância da adoção: “Com tanto animal em situação vulnerável, o ideal seria todos adotarem”.

De fato, só no Brasil, estima-se 30 milhões de animais nas ruas e há um esforço intenso de protetores independentes e ONGs para resgatar, cuidar e manter tantos cães e gatos em abrigos ou lares temporários. Adotar é uma ação benéfica tanto para o animalzinho quanto para o adotante, pois, inúmeros estudos provam o quanto cães e gatos fazem bem à nossa saúde e, principalmente, ao nosso coração, física e emocionalmente.

Abril Laranja

Infelizmente, a história de Oreo se repete por todo o planeta: milhões de animais sofrem violências das mais brutais, muitas vezes por pura diversão de seus agressores. Até mesmo filhotes sofrem em mãos humanas.

Para conscientizar a população e promover ações que ajudem a combater os maus-tratos, a Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade Contra Animais (ASPCA), escolheu abril, mês em que foi fundada em 1866, para sustentar uma campanha mundial. Como laranja é a cor da entidade, assim criou-se o Abril Laranja.

Em 2020, em SP, também foi criada uma data relacionada ao Abril Laranja. O “Dia da Prevenção da Crueldade Contra os Animais” passou a ser celebrado, por lei, em todo o estado de SP, no dia 17 de abril. Isso porque, 13 anos atrás, exatamente em 17 de abril de 2008, uma outra importante lei em defesa dos animais foi sancionada: a Lei nº 12.916 que proibiu o sacrifício de animais de rua pelos canis municipais.

Antes dessa lei, os animais eram capturados bruscamente nas ruas por uma espécie de van popularmente conhecida como “carrocinha”. Se não fossem retirados dos canis pelos seus tutores eram mortos. Essa lei de SP contagiou positivamente outros estados brasileiros e hoje a maioria deles tem leis que proíbem o sacrifício de animais saudáveis encontrados nas ruas.

Ainda em 2020, uma lei federal passou a punir com mais rigor os agressores de animais. Antes, quem maltratava animais era enquadrado no art. 32 da Lei Federal 9.605/98 e, além da multa (punição mais frequentemente aplicada), os infratores podiam cumprir pena de detenção, de três meses a um ano. Agora, quem maltrata cães e gatos passa a ter registro de antecedente criminal e, se houver flagrante ou abuso comprovado, pode ganhar de dois a cinco anos de prisão.

Como denunciar ou salvar animais vítimas de crueldade em SP

No caso de flagrante o ideal é acionar a polícia pelo 190, pois, se o animal corre risco de vida, no caso, por exemplo, de espancamento ou atos ainda mais violentos, é preciso agir rápido.

Casos crônicos de maus-tratos, como animais que vivem acorrentados ou sem comida e água, em locais insalubres e outras situações semelhantes, podem ser denunciadas na DEPA – Delegacia Eletrônica de Proteção Animal que funciona dentro da Secretaria de Segurança Pública de SP. Os dados pessoais do denunciante são mantidos em sigilo e é possível anexar fotos e vídeos. O site é http://www.ssp.sp.gov.br/depa

Postagens Recomendadas
Mostrando 3 comentários
  • Rosemary polycarpo
    Responder

    Essa matéria me deixou bem triste embora tenho consciência de que milhares de animais sofrem maus tratos de todo tipo todos os dias….. deveria ter mais matérias como essa , muitas e muitas para conscientizar as pessoas a denunciar….sei também que é muito difícil conseguir a atenção das autoridades e fazer valer as punições… mas não podemos desanimar…. denunciar sim, sempre…😔

  • Hellen
    Responder

    É muito triste saber que existem tantas pessoas sem coração por aí… Mas graças a Deus que existem pessoas boas tbm! Eu tbm teria me apaixonado pelo Oreo, ele é tão fofo!

  • Vera lucia
    Responder

    Também é um caos as leis que não são cumpridas a favor dos animais, isso faz com que pesoas façam cada vez mais maldades com os animais, muita tristeza saber tudo isso, e um alerta importante, e excelente matéria. Vou repassar.

Deixe uma resposta para Rosemary polycarpo Cancelar resposta

× Como posso te ajudar?