em Dicas

Dia quente típico do verão e você resolve levar o cachorro para um banho e tosa, isto é, se descobrir onde ele se escondeu porque parece que o peludo leu seu pensamento! Mesma coisa com o gato: dia de levá-lo ao veterinário para exames de rotina, mas cadê o gato? Antes mesmo de você terminar de se trocar ele já tinha evaporado!

Com os cães e gatos é exatamente assim: você pode até fingir que é só mais uma manhã comum e nem sequer mexer na casinha de transporte ou na coleira pendurada na parede para não levantar a suspeita deles, porém, tudo em vão. Antes mesmo que você perceba, eles já captaram sua intenção.

Na hora de dar o remédio a cena se repete, ou seja, eles somem antes mesmo de você pegar o comprimido. Além disso, estudos complexos mostraram que eles também sabem quando você está voltando para casa independente do horário e meio de transporte. Isso quer dizer que se você voltar para casa de Uber e não com seu carro de costume e num horário totalmente fora da rotina, ainda assim eles estarão ansiosos lhe esperando na janela ou na frente da porta.

O pesquisador inglês Rupert Sheldrake, formado em Ciências Naturais, Filosofia e Bioquímica, analisou mais de dois mil casos e vários deles constam de seu livro em dois volumes “Cães sabem quando seus donos estão chegando”. O estudo já completou mais de uma década e continua intrigando tutores do mundo todo.

Em experiências filmadas, o pesquisador constatou que cães e gatos conseguem antever a chegada de seus tutores até mesmo em situações em que não é possível se guiar pelo olfato, ouvir a voz do tutor e nem reconhecer o ruído de um carro. Isso porque, de alguma forma, eles captam telepaticamente a intenção de seus tutores de voltarem para casa.

Alguns animais sabem quando uma pessoa especial está ao telefone e outros demonstram reações quando seus tutores estão sofrendo ou até mesmo morrendo em algum lugar distante.

“Encaro a comunicação telepática como normal e não como fenômeno paranormal. Ela existe entre animais, pessoas e também entre animais e pessoas unidas por laços afetivos. É a mesma capacidade que nos faz pensar numa pessoa e, instantes depois, ela nos telefonar ou mandar uma mensagem”, explica Sheldrake.

Além de captar as intenções de seus tutores, os animais percebem também as emoções. Muitas pessoas relatam que seus animais ficam mais próximos e carinhosos quando elas estão tristes ou doentes.  Alguns animais chegam a impedir suicídios chamando a atenção de outros moradores da casa para evitar o pior. E Rupert colheu inúmeros depoimentos de tutores que se comunicam com seus animais apenas pelo olhar.

Vale ressaltar que tanto as intenções quanto as emoções podem ser captadas a longas distâncias e é por isso que um animal pode antecipar o retorno de seu tutor mesmo quando ele está voltando para casa de avião, vindo de outro país.

No estudo de Rupert há relatos de soldados que, voltando da guerra depois de vários meses fora, souberam por meio de seus familiares, que os animais estiveram agitados checando a porta e olhando pela janela repetidas vezes quando ainda estavam no avião.

“Podemos influenciar animais a distância porque permanecemos conectados aos seres que amamos mesmo quando estamos longe deles”, diz o pesquisador.

Quem antecipa mais a chegada dos tutores? Gatos ou Cachorros?

Com relação aos felinos, a pesquisa de Sheldrake mostra que 70% antecipam a chegada de apenas uma pessoa da família, 20% de duas e 10% de três ou mais. Dos casos investigados, 78% dos cães reagem à chegada de apenas uma pessoa, 17% de duas e 5% de três ou mais. A reação mais comum, tanto em gatos quanto em cães, é se dirigirem para portas e janelas. Alguns ficam observando a maçaneta.

Por isso, cuidado com aquilo que você deseja fazer porque seu pet, certamente, sabe o que você está pensando.

If the pain is severe, go to the nearest emergency room. cialis Seizures are more common with ciprofloxacin, imipenem, and cephalosporin antibiotics such as cefixime and cephalexin.

Postagens Recentes
Mostrando 6 comentários
  • Rosemary polycarpo
    Responder

    Minha cadelinha sempre se achegava perto de mim nas horas em que me encontrava triste, aflita, preocupada…… como que me dando total apoia nas horas difíceis….. encostava seu corpinho no meu e em silêncio me confortava…… ❤️❤️

  • Dante Polycarpo
    Responder

    Quando eu estava muito ansioso ou triste eu chegava em casae minha cachorrinha deitava no meu colo e ficava até eu tirar ela de lá. Ela sabia quando eu não estava bem. É impressionante. Dante Polycarpo

  • Karina
    Responder

    Meus cachorros ficam longos minutos olhando pra uns cantos da cada onde não tem nada e eu fico imaginando se eles estão vendo algum Gasparzinho…. kkk mas daí já virou mediunidade, não é mesmo?

    • Hellen
      Responder

      Tive um gatinho que me esperava chegar da escola todos os dias ,no mesmo horário e lugar. E o mais incrível é que se por algum motivo a aula terminasse mais cedo, ele estava lá! Eu e minha irmã brincávamos que ele tinha relógio! Kkk

  • Lourdes Rubino
    Responder

    Quando morava em casa tinha uma gata chamada Whoophi. Ela entrava e saia pelo vitrô do banheiro a noite toda. Certa noite, eu tentei chamá-la por telepatia e ela apareceu no meu quarto. Fiz isso por várias vezes e ela sempre aparecia, por ligação mental. Por isso acredito em telepatia com animais mas isso só acontecia com essa gata. Por sinal é ela que está no meu watsap, apesar de ter morrido há cerca de 3 anos. Lourdes Rubino

  • Débora
    Responder

    Não tenho dúvida de que os animais sentem tudo o que seus tutores sentem. Quando penso em dae remédio para meu gato, ele simplesmente se afasta de mim. Costumo dar ração para ele e qdo penso em pegar para abraça-lo, ele sai. É impressionante. Eles têm capacidades imensas e sensibilidade que nós humanos não temos e não entendemos.

Deixe um Comentário

× Como posso te ajudar?