em Tratamentos

Seu gatinho se alimenta bem ou come até demais e, no entanto, está cada dia mais magro? Bebe bastante água e anda meio inquieto e até agressivo ou irritado? Isso pode ser sinal de hipertireoidismo, causado pela hiperatividade da glândula tireoide. Essa doença tem sido nos últimos anos, inclusive, considerada umas das mais frequentes em gatos idosos.

Estudos mostram que 95% dos casos aparecem em felinos com mais de 10 anos de idade independente da raça e estima-se que isso é resultado do aumento da expectativa de vida dos gatos: se dez anos atrás eles viviam até 8 ou 9 anos, hoje em dia muitos chegam aos e até passam dos 15 anos em virtude do avanço da medicina veterinária.

Existem pelo menos três tratamentos convencionais para essa doença: a tireoidectomia (quando o tecido da tireoide é retirado por cirurgia), tratamento por iodo radioativo ou medicamentos antitireóideos. Mas as terapias complementares podem ser administradas junto com esses tratamentos alopáticos para garantir um maior bem-estar ao bichinho.

A homeopatia, por exemplo, tem se mostrado uma grande aliada contra os sintomas do hipertireoidismo felino, como vômitos e diarreias, com a vantagem de ser de fácil administração já que os glóbulos podem ser misturados em água ou ração. É também uma opção quando, por alguma razão (financeira ou de outra natureza), o tratamento com iodo radioativo não pode ser adotado.

Além dos sintomas citados acima como distúrbios gastrointestinais, os gatos com hipertireoidismo podem ficar com pelo fino e escasso ao redor das orelhas, olhos e rabo. Mas o tutor pode demorar a descobrir que o gatinho está doente justamente por conta do bom apetite e, por vezes, um emagrecimento discreto, que dão a falsa impressão de que tudo corre bem com ele.

O veterinário fará uma avaliação clínica clássica apalpando a região da tireoide e pedirá exames específicos para detectar a presença da doença. Quando não tratada ou descoberta num estágio avançado, essa enfermidade pode gerar outros problemas bastante sérios como a insuficiência cardíaca congestiva e hipertensão. Estima-se que 80% dos gatos hipertireoideos sejam hipertensos.

O hipertireoidismo pode ainda “mascarar” doenças como a insuficiência renal já que mantém a taxa de creatinina no nível normal ou até abaixo do normal. Num estudo realizado pelo Hospital Veterinário da USP com 26 felinos diagnosticados com hipertireoidismo, 46,2% deles (quase a metade) tinha também doença renal crônica.

Como a creatinina é um subproduto do metabolismo muscular, sua produção é reduzida no hipertireoidismo felino em consequência da perda muscular. E isso é um perigo para a saúde do gatinho porque em virtude da creatinina aparentemente normal, muitas vezes a doença renal é deixada de lado e pode progredir muito.

Mas o que causa o hipertireoidismo?

Além da questão genética, agravada pela idade avançada, um dos fatores mais apontados é a dieta rica em iodo ou alterações bruscas na concentração deste mineral na alimentação do gato (com falta ou excesso de iodo). Inclusive, há pesquisas que mostram que tratamentos baseados numa alimentação com restrição de iodo podem estacionar ou até curar o bichano. Infelizmente, no Brasil ainda não há ração medicamentosa para gatos com hipertireoidismo, mas no Exterior já existem algumas opções.

Uma hipótese que tem sido bastante estudada é o perigo dos alimentos enlatados. O revestimento chamado Bisfenol A (BPA), utilizado para prevenir a corrosão da lata, pode estar associado à doença porque penetra no alimento. Por isso, quando se abre uma latinha de ração úmida, é importante transferir imediatamente para outro recipiente caso o animal não coma todo o conteúdo de uma vez. Outros estudos relacionam o contato dos gatos com as areias sílicas com o surgimento da doença.

 

Postagens Recentes
Mostrando 5 comentários
  • Rosemary
    Responder

    Nossa! Nem sabia que os felinos podem sofrer da tireoide…… achava que fosse doença só de humanos….. e que bom ter tratamento eficiente para os bichanos….. só falta algum fabricante de comida para gatos, se atentar a essa necessidade!!👍🏼😘😘

  • Vera lucia
    Responder

    Sempre soube que só humanos tivesse problemas com a tireoide, ótimo ter tratamento para eles também, ssdinyo muito importante👍

  • Aura Rodrigues
    Responder

    Olá minha gatinha tem tireóide hipertireoidismo e eu queria saber qual alimentos pode dar a ela , alimentos caseiros

    • Fatima Chuecco
      Responder

      A escolha de uma alimentação de acordo com as condições gerais de sua gatinha depende de consulta minuciosa e exames.

  • Mônica Felisberto
    Responder

    Meu filhote felino Chico está com suspeita de hipertireoidismo.

Deixe um Comentário

× Como posso te ajudar?