em Uncategorized

O conceito de Medicina Veterinária Integrativa é relativamente novo, mas já está revolucionando o tratamento de animais como cães e gatos, pois leva em consideração não somente a doença apresentada pelo “paciente”, mas também sua personalidade, fragilidades físicas, medos, ambiente em que vive e como se alimenta.

“Numa consulta veterinária integrativa cada animal é analisado como um todo e seu tratamento é discutido junto com o tutor. É importante explicar que Medicina Veterinária Integrativa não é a mesma coisa que Medicina Alternativa. Não dispensamos o uso da medicação alopática ou convencional, mas completamos com acupuntura, homeopatia e fitoterapia, entre outras terapias”, diz a veterinária Viviane Reis, diretora da Clínica Integrativa Pet, do bairro de Perdizes, São Paulo.

O cãozinho Vishnu (foto de abertura), de 13 anos, ilustra bem esse tipo renovador de consulta. Ele chegou na Integrativa Pet em agosto de 2019 depois de retirar um melanoma oral e estava fazendo quimioterapia. Também tinha displasia coxofemural, uma doença de má formação genética.

“O tutor nos procurou em busca de tratamentos integrativos. Mudei a dieta do cãozinho para uma alimentação mais natural e voltada para animais com câncer. Começamos a fazer fitoterapia chinesa para reequilibrar o organismo e homeopatia específica para o câncer”, explica a veterinária.

Além disso, para combater a dor gerada pela displasia, Vishnu fazia semanalmente acupuntura e ozonioterapia. “Mesmo se tratando de um câncer agressivo, Vishnu está indo muito bem, sem a volta dos sintomas”, comenta Viviane que é também formada em homeopatia e acupuntura.

A veterinária percebeu que o universo dos pets vai além das especificações de espécie ou raça, e que o ambiente, a alimentação e as emoções pelas quais passavam, interagiam de forma a afetar a saúde ou culminar em doenças.
“Não é possível atender os animais apenas de forma alopática, enxergando a doença e não o doente. Percebi que era necessário olhá-los como um todo e não em partes”, explica.

Trilhando esse caminho, Viviane buscou mais conhecimento nas áreas de Ozonioterapia, Nutracêuticos, Alimentação Natural, Fitoterapia Chinesa, Homeopatia e Florais Frequenciais – aliás outra terapia inovadora para tratar animais. Passou a atuar como veterinária integrativa desde 2015 e em 2019 inaugurou sua própria clínica: “Meu sonho é transformar a vida de muitos animais com a Medicina Veterinária Integrativa. A consulta é complexa porque analisa todo o contexto no qual o animalzinho está inserido. A partir do diagnóstico é estabelecido o melhor tratamento integrando terapias alopáticas e complementares, sempre respeitando também a visão do tutor. Assim, cada pet tem um tratamento único e individualizado”.

A Integrativa Pet, oferece ainda consulta em muitas especialidades: Dermatologia, Endocrinologia, Neurologia, Oftalmologia, Cardiologia, Nefrologia, Fisioterapia, Oncologia, Ortopedia e Gastroenterologia. Também faz aplicação de células tronco e atende animais silvestres e exóticos.

Viviane Reis é formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Lavras, especializada em Homeopatia Veterinária pelo HD Science, em Acupuntura Veterinária pelo Instituto Bioethicus e pós-graduada em Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais pelo Equalis.

A Clínica Integrativa Pet está localizada na Rua Ministro Gastão Mesquita, 443, Perdizes (SP). Você pode agendar a sua consulta através do telefone (11) 9 9424-4286. E não deixe de acompanhar novidades em nosso Instagram, clicando aqui.

Postagens Recomendadas
Mostrando 8 comentários
  • fatima chuecco
    Responder

    Achei muito interessante essa metodologia que analisa o cachorro ou gato como um todo. Acredito ser o futuro da Medicina Veterinária.

  • Karina Polycarpo
    Responder

    Eu não fazia ideia que as medicina e alternativas também podiam ser usadas em bichinhos! Gente que legal!!! Gostaria de parabenizar a clínica e sua equipe pela visão tão gentil e amorosa que apresenta ao olhar os bichinhos como seres completos.

  • Vera
    Responder

    Tudo é bem vindo quando se trata de cuidar, proteger os animais principalmente os que vivem com
    A gente. muito bom saber mais sobre esses cuidados, com sabedoria e bom sendo.

  • Rita Martins
    Responder

    Interessante. Sabia do uso de homeopatia em bichinhos, mas não sobre a aplicação de outras terapias alternativas.

  • Hellen Ferreira
    Responder

    Achei super legal a matéria. Inclusive tenho um conhecido que trata de seu cão idoso, com problemas na coluna com acupuntura e dá um super resultado. É visível! Se funciona pra gente, por que não há de funcionar para os pets?

  • Priscila
    Responder

    Nossa, nunca tinha ouvido falar desse tipo de medicina para os pets. Vou pesquisar. Adorei!

  • Raquel
    Responder

    Adorei a matéria! Já tratei vários animaizinhos meus com esse método e os resultados são excelentes. É um cuidado e carinho ainda mais especial com esses seres que a gente ama tanto.

  • Curso de auriculoterapia
    Responder

    Sou a Fernanda Almeida, e quero parabenizar você pelo seu artigo escrito, muito bom vou acompanhar o seus artigos.

Deixe um Comentário

× Como posso te ajudar?